Puerto Montt, Chile

Atravessando a cordilheira, entra o vulcão Osorno (Chile) e o Tronador (Argentina)

Atravessando a cordilheira, entra o vulcão Osorno (Chile) e o Tronador (Argentina)

3 de fevereiro de 1992

O Rio Petrohué, uma torrente de águas turquesas que se precipitava sobre várias cachoeiras em sua pressa de chegar ao mar, nos guiou ao lado do vulcão Osorno até o Lago de Todos os Santos, um lenço verde-azulada estendido por entre encostas íngremes seguindo formas sinuosas até o vilarejo de Peulla.

O estreito vale do Rio Peulla corta os Andes, facilitando a passagem para o outro lado a apenas 5 mil pés, embora o Monte Tronador atinge impressionantes 11.350 pés (3.460 metros), logo ao lado. Brechas nas nuvens revelavam suas sensacionais geleiras azuis enquanto passávamos, chicoteados, pela Garganta de Perez Rosales. A turbulência estava pesada, mas menos séria do que esperávamos. Então a Argentina surgiu diante de nós, com suas colinas escuras e as planícies da Meseta Patagônica do lado oposto ao Lago Nahuel Huapi.

Do livro A Volta por Cima –  Editora Record

Safari Air Empreendimentos Ltda © Todos os Direitos Reservados - (61) 3248-6427