Rio de Janeiro, Brasil

15 de fevereiro de 1992 Marcos que nos eram familiares, vinham em nossa direção… A poderosa Pedra da Gávea e os picos gêmeos dos Dois Irmãos, com a colorida confusão das favelas da Rocinha e do Vidigal, subindo pelas encostas. As praias brancas do Leblon e de Ipanema e, atrás, as majestosos montanhas da Floresta da Tijuca, refletidas na Lagoa. Então, a meia-lua perfeita das areias de Copacabana, em frente Leia mais…

Puerto Montt, Chile

3 de fevereiro de 1992 O Rio Petrohué, uma torrente de águas turquesas que se precipitava sobre várias cachoeiras em sua pressa de chegar ao mar, nos guiou ao lado do vulcão Osorno até o Lago de Todos os Santos, um lenço verde-azulada estendido por entre encostas íngremes seguindo formas sinuosas até o vilarejo de Peulla. O estreito vale do Rio Peulla corta os Andes, facilitando a passagem para o Leia mais…

Ilha da Páscoa, Chile

16 de janeiro de 1992 Aproximamo-nos de Rano Raraku (a cratera de onde as pedras dos moai foram esculpidos) pelo Camino de los Moais, ao longo do qual inúmeras estátuas haviam sido abandonadas, de cara para o chão. Era como se o trabalho de transportá-las até seu ahu tivesse terminado de repente, uma bela tarde. A maior delas deve pesar umas 80 toneladas. De que modo eles as levavam para o outro Leia mais…

Anaa, Tuamotu, Polinésia

9 de janeiro de 1992 – Voilà notre chambre d’amis, – disse, apontando para um pequeno bangalô a uns 20 metros de distância. – Se gostarem dele, podem ficar aqui conosco. Como recusar um convite para passarmos mais um tempinho no paraíso? Durante dois dias curtimos o bangalô, sorvendo cada instante de tranqüilidade. À medida que os vôos mais críticos se aproximavam, cada momento de felicidade era de enorme importância. Nos Leia mais…

Apia, Samoa Ocidental

09 de dezembro de 1991 Aproximamo-nos do hangar pelos fundos, forçando os olhos através da chuva, em busca de tranqüilidade. Não encontramos. O telhado do hangar fora arrancado. Ao dobrarmos a esquina deparamos com uma cena horripilante: as enormes portas de correr estavam escancaradas. Quatro delas haviam sido arrancadas. As outras duas estavam apenas penduradas, tortas, nas dobradiças que as seguravam. O vento e a chuva castigavam o hangar. Fizemos Leia mais…

Safari Air Empreendimentos Ltda © Todos os Direitos Reservados - (61) 3248-6427