Apia, Samoa Ocidental

O avião ainda intacta no hangar destruído pelo furacão, Apia. Foto Margi Moss

O avião ainda intacta no hangar destruído pelo furacão, Apia. Foto Margi Moss

09 de dezembro de 1991

Aproximamo-nos do hangar pelos fundos, forçando os olhos através da chuva, em busca de tranqüilidade. Não encontramos. O telhado do hangar fora arrancado. Ao dobrarmos a esquina deparamos com uma cena horripilante: as enormes portas de correr estavam escancaradas. Quatro delas haviam sido arrancadas. As outras duas estavam apenas penduradas, tortas, nas dobradiças que as seguravam. O vento e a chuva castigavam o hangar. Fizemos força para enxergar a cruel realidade. Romeo estava escondido por trás doTwin Otter que dançava pelo hangar na diagonal.

– Que inferno! O teto do avião está amassado – agarrei o braço de Gérard. Nosso coração batia disparado, ficamos mudos de dor. Ele estacionou do lado do hangar.

– Não, você está enganada! É só a capa protetora. Rasgou. Romeo está bem!

Do livro “A Volta por Cima”, cap. 21. Editora Record

 

Safari Air Empreendimentos Ltda © Todos os Direitos Reservados - (61) 3248-6427