Talha-mar, Lake Renegade (PT-WAF)

aviao anfibio pouso na água

Talha-mar em voo rasante, represa do Broá. Foto: Margi Moss

Avião: LA-250 (1998) Lake Renegade, avião monomotor anfíbio oficialmente de seis lugares (mas cabendo só quatro!), asa central com trem retrátil e hélice Hartzell de passo variável. Equipado IFR, além dos importantíssimos remo e âncora.

Prefixo: PT-WAF (apelido “Talha-mar”)
Fabricante: Sun Lake Aircraft, Fort Pierce, Florida, EUA (atualmente fechado)
Motor: Lycoming (EUA) IO-540 de 6 cilindros, 250 HP
Velocidade de cruzeiro: 120 nós (220 km/hora)
Autonomia padrão: 340 litros, 7 horas, 1.500 km
Envergadura: 11.7 metros

Histórico: O Talha-mar estava descansando em Manaus antes de ser adotado por Gérard em 2003. Reformado nas oficinas da Aeromot em Porto Alegre, e equipado como um “laboratório voador”, partiu para uma missão importante – testar a qualidade das águas doces do Brasil. Foi a estrela do projeto Brasil das Águas, tornando possível a execução desse trabalho único no mundo. Do mesmo jeito que a ave talha-mar pesca, “beijando” a superfície da água, o avião anfíbio colhia amostras de água de rios e lagos pelo Brasil afora, do Oiapoque ao Chuí. Para saber mais sobre essa classe de aviões, veja www.lakeflyers.com

Em 2011, o Talha-mar foi vendido e mudou-se para o estado de São Paulo. Infelizmente, em 2012, sofreu um acidente na represa de Jurumirim, nas proximidades de Araxá, e afundou-se. Triste fim para um grande avião.

Safari Air Empreendimentos Ltda © Todos os Direitos Reservados - (61) 3248-6427