Havana-Santiago de Cuba

25 de agosto – 02 de setembro, 1997 Rota: Havana (José Martí), Nueva Gerona, Cayo Largo, Trinidad, Santiago de Cuba A travessia do mar entre a Flórida e Havana é de apenas 80 milhas. Porém, para o governo americano é ilegal que qualquer aeronave – mesmo de matrícula estrangeira – faça um vôo dos Estados Unidos até Cuba. Eis o motivo de nosso agradável desvio pelas Bahamas. Segundo o conselho Leia mais…

Oshkosh-Norman’s Cay

01 de agosto – 23 de agosto, 1997 Rota: USA:- Oshkosh, Pontiac, Teterboro, Washington (College Park), Hendersonville, Monroe, Myrtle Beach, Charleston (Executive), Miami (North Perry) Bahamas:- North Eleuthera, Norman’s Cay Visitar a feira anual de Oshkosh é o sonho de todos os pilotos. A emoção começa na fila interminável de aviões pequenos chegando para o pouso. São mais de 10.000 aeronaves (isso mesmo, dez mil, espalhadas pela grama em volta Leia mais…

Resolute Bay-Quebec

13 de julho – 24 de julho, 1997 Rota: Resolute Bay, Taloyoak, Gjoa Haven, Baker Lake, Churchill, Erickson, Kenora, Toronto (City Center), Montreal, Quebec. Resolute Bay, na ilha Cornwallis, é a comunidade que fica mais ao norte do Canadá, além de ser o centro de operações das expedições ao Pólo Norte verdadeiro e ao magnético. A proximidade do pólo magnético (meras 200 milhas) faz com que a agulha da bússola Leia mais…

Ponta Zênite, Canadá

12 de julho, 1997 A PONTA ZÊNITE (72° 01′ Norte, 094° 29′ Oeste) é o extremo Norte do continente americano Mesmo em meados de julho, o mar continua congelado por todos os lados. Taloyoak (antiga Spence Bay), uma comunidade de 600 inuits na Península de Boothia, é o vilarejo mais próximo ao Estreito de Bellot onde fica a Ponta Zênite. Já sabíamos que não haviam estradas que atravessam os 200 Leia mais…

Nome-Cambridge Bay

26 de junho – 11 de julho, 1997 Rota: Alasca:-  Nome, Fairbanks, Anaktuvak Pass, Prudhoe Bay (Deadhorse). Canadá:- Inuvik, Tuktoyaktuk, Inuvik, Norman Wells, Yellowknife, Cambridge Bay  Quando decolamos de Nome para voltar a Fairbanks, testemunhamos em primeira mão a rapidez com a qual as condições de tempo mudam nas regiões árticas. Eram três da tarde, num dia ensolarado de céu azul sem nuvens. Quando acelerávamos para a decolagem, o temido sea-fog (nevoeiro Leia mais…

Safari Air Empreendimentos Ltda © Todos os Direitos Reservados - (61) 3248-6427